07 maio 2012

ALOHA/ A física quântica já disse: a consciência modifica a matéria.06.05.2012


Aloha! Muito se fala em final do mundo com a chegada de 2012, o que acaba gerando um pânico coletivo. Bem, antes de tudo gostaria de dizer que o mundo não irá acabar, desta vez, por mais que nós seres humanos estejamos contribuindo para o seu fim. Os Maias nunca utilizaram a palavra fim. Eles diziam em seus códices que percorremos um ciclo pela galáxia em relação ao núcleo desta, chamado de Hunab Ku.

Aqueles que conhecem um pouco de física sabem que o nosso Sistema Solar, com o Sol percorre um ciclo ao redor da estrela Alcione. Estamos na noite galáctica, nos aproximamos do alvorecer que ocorrerá aproximadamente em 2012. Ou seja, o que os Maias anunciaram é que haveria um momento de mudança, de grande aumento de energia do planeta, o que causará alguns eventos definitivos nas pessoas. O problema é que o nível de consciência da maioria das pessoas atinge apenas o fim do mundo e não a transformação de consciência. 


O que ocorrerá, na verdade já está ocorrendo há algum tempo é uma fase de transição do nosso planeta, de conexão cósmica. Podemos dizer que será uma mudança do ciclo evolutivo da Terra. A natureza obedece aos ciclos da vida; nascimento, crescimento, plenitude, envelhecimento e por fim… a morte. Neste caso a palavra certa seria transformação. Ou seja, vivemos um momento de grandes transformações em nosso planeta.

Em minha caminhada pelos Andes aprendi com os povos nativos que somos veículos na Terra destas energias que vem da Eternidade, os Inkas quando em Machu Pichu, Ollantaytambo, no Koricancha em Cuzco e outras cidades sagradas não “adoravam” o Sol como muitos pensam. Na verdade, eles entravam em sintonia com ele, recebendo do Astro-Rei a “onda” que vinha desse centro galáctico. Estes não eram ritos de adoração, mas sim de harmonização, sintonização com as emanações do Sol. 

Vivemos isolados destas energias numa completa escuridão, nas sombras, mas agora começamos a voltar a nos alinhar com a luz, com a Vida. Em diversas tradições espirituais as pessoas que tem afinidade com este trabalho de receber essa nova energia e a manifestam para todo nosso planeta tem sido chamadas Guerreiros da Luz, por trazerem de volta essa luz a Mãe Terra. 

O calendário Maia termina em 2012, já para s povos andinos este período que vivemos é o da chegada de Pachakuti, o “transformador do mundo” e se referem a ele como um processo que está ativo desde 1992 nos Andes. Outras culturas antigas da América do Norte e China, têm grandes expectativas no que vai acontecer na região das Montanhas Andinas. Alguns dizem que em suas profecias que no momento de dificuldade e transição que a humanidade vai passar, irão surgir os “guerreiros do arco-íris” e estes são os guerreiros do Whipala, e portanto, aqueles que habitam esta região do planeta com seu epicentro no Lago Titikaka. Não é a toa que a bandeira do Império Inka, do Tawantinsuyu tem as cores do arco-íris. 

Todas as culturas antigas, incluindo os celtas e druidas, tinham essa mesma lógica de pensamento, de um universo unido. Uma linguagem comum para além do continente, que inclui a observação e compreensão do universo, pela simples razão de que tudo que acontece nele, também ocorre nas sociedades e os seres humanos. 

Isso tudo é importante para recuperarmos a verdadeira dimensão do tempo, pois ela nos permite compreender a nova era que estamos vivendo, compreender as mudanças que estamos experimentando. A compreensão da história, da vida são cíclicas e dinâmicas, porque estão constantemente mudando, às vezes muda para infundir medo humano estático, mas simplesmente seguir um processo natural do universo; ou seja; estejamos confiantes de que não há nada a temer em 2012. 

O ciclo de Pachakuti significa um período de reorganização de tudo. Esta mudança será acima de qualquer governante ou pessoas. Isto deve ser cosmicamente. Necessitamos fazer uma mudança de consciência acima de tudo. Assim sendo, os Guerreiros da Luz fazem parte de uma “irmandade” de uma “associação” compostas de homens e mulheres que receberam a incumbência de trabalhar por este novo momento da história humana que está acontecendo. 

A profecia Maia anuncia que o planeta aumentaria a sua fluorescência vibracional, o que é um fato: esta freqüência, que se mede com a ressonância Schumann, passou de 8 a 13 ciclos. Todos os planetas do sistema solar estão mudando. De 1992 até hoje, os pólos de Marte desapareceram 60 por cento e Vênus tem quase o dobro de luminescência. Houve um aumento de terremotos de 425 por cento. Tudo está acelerado do ponto de vista geofísico e solar. Nosso cérebro, que irradia suas próprias ondas, é afetado por essa maior irradiação do sol. Essa carga eletromagnética é o motivo por que sentimos o tempo mais rápido. Não é o tempo físico, mas o tempo de percepção emocional. 

Vivemos na 3ª dimensão, dimensão esta que constitui uma densidade corporal, mental e emocional que impõe uma série de restrições físicas, e fazem com que os nossos corpos sintam determinadas emoções e distúrbios, por causa da lentidão da circulação da energia psico-elétrica nos canais de força. Quando as vibrações dos corpos vão se acelerando em saltos quânticos, a pessoa começa a vibrar numa frequência mais sutil do que a 3ª dimensão. É um processo individual em que cada pessoa se aprimora, se educa, controla os pensamentos, as emoções e começa a vibrar numa frequência mais sutil.


A essência das profecias Maias é comunicar a existência de um ciclo de 26.000 anos, chamado “o grande ciclo cósmico”. Tudo, estações, meses, dias se ajustam a esse ciclo. Há 13 mil anos atrás, o sol – assim como agora- irradiou mais energia no planeta e derreteu a camada de gelo. Essa camada desaguou no mar, elevou o seu nível em 120 metros e ocorreu o chamado “Dilúvio Universal”.

Os Maias disseram que quando o sistema solar estiver novamente a 180 graus de onde estava a 13.000 anos atrás, a Estrela do Norte brilha sobre o pólo, a constelação de Aquário aparece no horizonte e o trânsito décimo terceiro de Vênus se der – o que vai acontecer em 6 de junho de 2012 – o centro da galáxia pulsará e haverá manifestações de fogo, água, terra, ar. Eles falam, especificamente, de dois períodos de vinte anos, de 1992 a 2012 e 2012 a 2032 – de intensas mudanças. Aqui abro um pequeno parêntese para dizer que é possível que algumas pessoas comecem a utilizar o ano de 2032 como a chegada de um novo Apocalipse, já que ele não irá ocorrer em 2012.

Essa grande transformação ocorrerá por completo quando o setor do nosso sistema solar, junto à nossa galáxia, passar por um portal dimensional. A Terra prepara-se para ascender à 4ª dimensão. Quando isso ocorrer tudo que existe na superfície da 3ª dimensão irá para a superfície da 4ª dimensão, e da 4ª dimensão irá para a 5ª, e assim sucessivamente, inclusive nós os seres humanos. Aqui pode ser, segundo alguns estudiosos, que ocorram alguns eventos que devemos procurar termos cuidados, como viajar após a data de 13 de agosto de 2012 até 12 de janeiro de 2013. Pois nunca se sabe se um motorista, piloto ou navegador não pegará um caminho entre a 4ª e 5ª dimensão. Será?

Narram as lendas que quando houver essa transição dimensional, boa parte dos habitantes da Terra não suportará a vibração. Eles não suportarão as energias da 4ª dimensão, podendo alguns serem desintegrados, já outros serão retirados e colocados em local seguro pelos seres vindos de outros planetas, constelações, galáxias e até mesmo universos. Estes seres estão aqui para nos ensinar o respeito às leis superiores, procurando não interferir diretamente nas nossas ações, porque sabem que temos o nosso livre-arbítrio.

A proximidade da morte faz com que as pessoas repensem suas vidas, examinem e corrijam a direção que tomam. Isso é algo que ocorre somente se algo se lhe aproxima, ou você sofre diretamente, o impacto é tremendo. Isto é o que tem acontecido com os tsunamis, os terremotos, as catástrofes naturais de que vivemos, os conflitos sociais, econômicos, etc. Mais uma vez afirmo de que os Maias e outros povos nativos não falam de morte e sim de mudança, de um despertar da consciência. Tudo o que está errado com o planeta está se potencializando com o objetivo de que a mente humana se dedique a resolvê-lo.

A transição é um acontecimento cósmico e envolverá todo o nosso sistema solar, galáxia, enfim, todo o universo, e de todos os organismos cósmicos que estão envolvidos certamente a Terra é a que está menos preparada para enfrentar essa transição. Portanto, independe de a pessoa acreditar ou não, é um evento que já está previsto e programado há milênios e nada impedirá ou mudará o curso dos acontecimentos.

Alguns indivíduos estão estocando alimentos esperando um período de necessidades. No meu modo de ver não adianta uma preparação material se a preparação espiritual senão colocá-la como prioridade. Devemos ter a consciência de que aquilo que verdadeiramente nos salvará não é a preparação material, e sim a preparação espiritual. Portanto, a preparação para tal evento deve ser global, integral – física e moralmente. O homem deve entender que é um ser divino e que está aqui trabalhando para a sua evolução. 

Que fique bem claro: não haverá “O Fim do Mundo”, mas o início de um novo mundo, de uma nova civilização, de uma nova humanidade. 

De acordo com as profecias, não só as dos Maias, a era que se aproxima é de harmonia e espiritualidade. As coisas que estão mal vão se resolver no período que os antigo habitantes da América Central e México chamaram de “tempo do não tempo”, que será de 2012-2032. 

A mudança que estamos vivenciando não é algo de se acreditar ou não. Neste momento, a maioria está vivendo um tempo de avaliação de sua vida. Por que estou aqui, o que está acontecendo, para onde eu quero ir? Basta olhar o crescimento da busca de espiritualidade, não de religiosidade, porque a religião não está dando mais respostas às pessoas. 

O universo está nos dando uma oportunidade individual para reestruturar nossas vidas. A maneira de sincronizar-nos é, primeiro, não ter medo, perceber que podemos mudar nossa consciência. A física quântica já disse: a consciência modifica a matéria. O que significa que sua vida depende daquilo que você pensa. A distância entre causa e efeito tem diminuído. Hoje, você pensa algo e em uma semana está acontecendo. As respostas estão aí.

Basta ter olhos para ver e ouvidos para ouvir. Uma só Terra para homens de bem que possam interagir desfrutando os benefícios que lhes oferecerá a nova Terra, oferecendo a ela o nosso respeito, o nosso amor e nossa gratidão. Aquele em que nos transformaremos como parte de uma nova espécie de ser humano que está surgindo na terra neste milênio. Porque nós somos quem estávamos esperando. 

Wagner Frota (Xamanista e Membro-fundador do Clã Lobos do Cerrado).



Copyright © 2012-2013. Por Matéria Sublime e Sementes das Estrelas. Todos os direitos reservados. É dada permissão para copiar e distribuir este material contanto que o conteúdo seja transmitido integralmente e sem alteração, o autor seja creditado, seja distribuído gratuitamente, e esta nota de direitos e o link sejam incluídos. 


Enviar um comentário