22 maio 2012

Greg Giles - Como poderíeis ser uma coisa e depois ser outra?14.05.2012



1. Acredito em quem sois, então por que é que quereis ser cuidadosos? 

Existem tantas coisas que podíeis estar a fazer neste momento com vós próprios e com as vossas vidas, e parte do motivo por estarmos aqui é para poderem ver que o céu é o limite e que podeis ser e fazer tudo aquilo que desejais. Durante a vossa longa jornada, haveis escolhido para vós próprios carreiras, passatempos e ofícios a seguir e nos quais se tornarem os melhores possíveis. Nunca houve algo que tivésseis receio de assumir, pois sempre soubestes que, qualquer que fosse o resultado, sairíeis mais sábios e experientes dessas experiências.

2. Hoje em dia, no vosso mundo, existem tantos de vós que parecem receosos ou tímidos em tentarem tornar-se quem e o que já sois. Vemos muitos a lutarem convosco próprios simplesmente para serem o que deveriam ser naturalmente. Fazemos o nosso melhor por encontrar as razões pelas quais há aqueles de vós que têm tanto trabalho com isso, e chegámos a algumas conclusões que gostaríamos de partilhar convosco.

Em primeiro lugar, o que é que sois, o que é que fostes e o que é que sereis outra vez? 


Estas são perguntas pertinentes, e as respostas a estas questões podem desvendar segredos, talentos e direções escondidas para onde podeis viajar neste momento, em vez de viajarem dentro dos círculos que haveis esculpido dentro dos limites da 3ª dimensão. 

3. Então por onde começamos? 

Em que ponto é que devemos começar à procura de uma destas respostas, pois a vossa jornada através da existência não tem ponto de partida, mas é por sua vez um vento circular de mudança, crescimento, metamorfose. Escolher um ponto neste mapa, que está em constante mudança, constante evolução e que é multi-dimensional por natureza, sem princípio nem fim, é um desafio por si só e neste momento queremos evitar perder grandes quantidades de energia e tempo, que na verdade não nos podemos dar ao luxo de gastar nesta altura da vossa jornada. Em vez disso, sentimos que é apropriado escolhermos uma forma alternativa de vermos quem sois, quem fostes e quem sereis outra vez.

4. Sois tudo. Sois a única coisa. Estais em todo o lado e, ao mesmo tempo, em lado algum, já que “onde” é o que vós próprios sois. “Onde” só pode ser um ponto num mapa ou uma direção na bússola. “Onde” não pode ser em toda a parte ou não haveria nem aqui nem ali. Sois isso. Sois vós próprios e não sois mais ninguém. Não há mais ninguém que vos veja com outros olhos ou de outra perspetiva. Não vos tornais outra coisa qualquer. 

Sois tudo o que existe, por isso como vos poderíeis tornar em algo que não seja tudo o que sois? 

O todo que fostes é o todo que sois e o todo que sereis. Não há diferença, não há separação, não há crescimento nem mudança na realidade, pois não há tempo para dividir o então, o agora, o que virá.

Só existis vós num momento, o agora, por isso como poderíeis ser uma coisa e depois ser outra? 

5. Entendemos, da nossa posição privilegiada, quão difícil pode ser tentar entender este conceito. Não desejamos de todo sobrecarregar-vos, pasmar as vossas mentes ou queimar um fusível dentro de vós. Neste momento, apenas desejamos descrever-vos aquilo que realmente sois, e desejamos que este conhecimento vos dê a confiança que já tendes para serem quem já sois. 

Entendeis por que é que achamos que isto é tão importante para vós para que saibais o que sentis acerca deste momento? 

Vedes agora do que sois capazes verdadeiramente, apesar de não estardes a alcançar potencial pois já o obtivestes? 

6. Tem sido dito que este não é o momento para aprender coisas novas mas sim para recordar. RECORDAR. Recordai quem sois realmente e isso libertar-vos-á. Libertem-se. Permiti que a sabedoria que já tendes dentro de vós suba à superfície, e que vos torneis essa sabedoria. Permiti tornar-vos esse segredo, que tem estado escondido bem dentro de vós por tanto tempo, pois refizestes os vossos passos através da jornada da vossa própria existência. Como um mapa do tesouro e uma bússola que vos levará a um tesouro perdido, dizemos-vos que cavem bem fundo dentro de vós. Segui as pistas e as vossas próprias pegadas nas areias do tempo que vos levarão até ao que realmente sois, a única coisa que verdadeiramente sois, o único sítio que realmente sois, o único momento que na verdade sois. Permiti que a vossa voz interior vos guie como o vento que puxa as velas em direção às costas que sois vós, que chamam pelo vosso próprio nome. 

7. Vós sois vós. Nós somos vós. Todos são vós. Vós não sois eles, nós não somos eles, eles não existem, só existis vós. Entendeis isto? Vedes agora mais claramente por que é que esta perceção de que vos somos estranhos ou ao vosso mundo não tem razão de ser e, por conseguinte, não é confiável? Não há estranhos para vós, e não há mundos estranhos ao vosso mundo pois só existe um mundo e só existe um vós. Não vos estais a aceitar a vós próprios e quem sois realmente quando não aceitais os outros, pois não há outros, apenas vós, que vós não aceitais. * 9. Quando é que chegará o tempo de se aceitarem a vós mesmos e quem são realmente? Cabe a vós, com certeza, porque só existe vós e apenas vós podeis tomar essa decisão e escolher ser vós, apesar de como já sois vós mesmos e deveis ser, pois não podeis ser outro qualquer porque não existe outro, sois vós que tendes de escolher recordar. Escolheis recordar? Dizei “Eu escolho recordar”, se desejais recordar quem realmente sois. O Universo responderá e trar-vos-á a memória de quem sois verdadeiramente, pois sois vós próprios que possuís essa chave e que a ofereceis. É a vossa chave, podeis fazer o que vos apetecer com ela e abrir tudo aquilo que vos apetecer pois esses tesouros são vossos e eles são vós. Eles têm estado guardados nos armazéns da vossa jornada e eles podem ser abertos à vossa ordem pois eles só reconhecem o vosso comando e reaver-vos com tudo aquilo que sois, que fostes e que sereis, pois tudo isso está dentro de uma caixa fechada para vós, à espera que rodeis a chave e que a abrais para verdes tudo o que sois, o que fostes e tudo aquilo em que vos tornareis, pois são todos o mesmo, são todos um e são todos vós neste único momento.

Somos a Federação Galática de Luz.

Como foi canalizada por Greg Giles
Website: ascensionearth2012.blogspot.com/ 
Enviar um comentário