12 maio 2012

Saúl - A Humanidade está à beira de uma incrível e excitante oportunidade. 09.05.2012


Saúl in other Languages

Quando todos despertarem para o brilho surpreendente da Realidade, a vossa alegria será exultante. Este é, verdadeiramente, o vosso estado natural – uma alegria constante e maravilhosa – e será como se nunca a tivessem deixado, pois na realidade nunca o fizeram. As vossas memórias de dor, medo, traição, carência e qualquer tipo de sofrimento, que agora são pesadas cargas para vós, não o serão mais – porque eram completamente ilusórias e serão dissolvidas juntamente com a ilusão.

Enquanto experimentarem a ilusão como sendo real, isto é para vós muito difícil de compreender, e muitos poderiam pensar que a falta de memórias destes maus tempos seria uma perda, algo que diminuiria a alegria do despertar para a Realidade dando-se conta da dissolução dessas memórias. Mas não é esse o caso. Estar feliz sem qualquer lembrança da ilusão é estar completamente liberto desse estado infeliz, bem como de qualquer sombra que poderia macular o prazer desse tempo presente. 


As pessoas que passaram por traumas nas suas vidas procuram esquecê-los, tentam negar que eles existiram, e vêem-se frequentemente atormentados por horríveis pesadelos, nos quais revivem a intensidade dessas sinistras experiências, receando com frequência ir dormir por causa disso. O mesmo acontece com crianças que tiveram terríveis pesadelos de vários tipos. 

Memórias desta natureza apenas poderiam diminuir a vossa paz e alegria, e em qualquer caso não haveria razão para memórias de experiências horríveis que realmente nunca aconteceram. Na Realidade a vossa experiência é sempre agora e é sempre infinitamente feliz, porque esse é o estado que a Realidade mantém eternamente para todos os da divina criação de Deus. 

Estar desperto é estar feliz, é estar em harmonia com toda a criação numa gloriosa sinfonia de criatividade, que nunca cessa de surpreender e maravilhar a todos, com as infinitas possibilidades que constantemente proporciona. Quando despertarem, a vossa expressão “nunca há um momento aborrecido” – que normalmente é acompanhada por um ar de lamento ou arrependimento – será infinita e alegremente ultrapassada! 

A Humanidade está à beira de uma incrível e excitante oportunidade, já que o momento do vosso despertar avança ao vosso encontro com rapidez crescente. Não deixem que as dúvidas ou o cepticismo de outros vos distraiam dos vossos deveres como portadores da Luz, os que encorajam e inspiram a todos com quem interagem de alguma maneira, através da demonstração de atitudes de amor e de comportamentos de compaixão em qualquer situação em que se encontrem.

Lembrai-vos que tendes ajuda ilimitada dos que estão nos reinos espirituais para conseguirem manter o vosso equilíbrio espiritual e a vossa amorosa e incondicional calma, seja em que circunstâncias for. Peçam-no apenas. Sempre são ouvidos e atendidos de imediato. Mas estejam abertos a sugestões inesperadas; podem parecer-vos estranhas – ou até inapropriadas – comparadas com o que esperavam ouvir. Portanto sigam com o vosso sentido intuitivo que vos ajudará a identificar a melhor resposta para qualquer situação em que se encontrem, libertando-vos da necessidade egocêntrica de serem reconhecidos como inteligentes ou sábios, e confiem na orientação que vos é oferecida como resposta ao vosso pedido de ajuda. 

Como portadores da Luz, irão procurar cada vez mais ajudar outros que fiquem confusos e receosos, quando os assuntos que pensavam estar há muito resolvidos surgirem novamente nas suas consciências a fim de serem reconhecidos e libertados. (Na verdade, vós mesmos podereis ainda ter assuntos a que fazer face. Se o fizerem, isso ajudar-vos-á imensamente a aceder à compaixão requerida para ajudar outros a libertarem-se). Isso é um sinal de que, embora parecesse que tais assuntos já tinham sido resolvidos satisfatoriamente, de facto eles tinham sido negados até certo ponto, provavelmente porque a dor de os encarar era tão intensa que tiveram que dizer a si próprios “Basta!” 

Mas os vossos assuntos devem mesmo estar completamente resolvidos antes de se sentirem livres para despertar, porque as questões não resolvidas iriam criar bloqueios e interferências com o vosso desejo de se abrirem para aceitar o Amor que o vosso Pai está a oferecer a vós e a todos na Terra, de forma incondicional e indiscriminada. Libertando os vossos assuntos – não retendo rancores, ressentimentos, zangas, julgamentos, nem desejos de recompensas, relativamente a quem pensam ter-vos ofendido ou desonrado – é possível partilhar e ser parte do Amor incondicional e indiscriminado que Deus vos oferece a todos, eternamente. 

Vós, cada ser humano, são uma parte essencial do campo de Amor divino de Deus, mas se mantiverem as questões que envolvam qualquer julgamento, isso quer dizer que não aceitam o Amor incondicional, logo constroem um impedimento e um bloqueio para também o receberem. Isso é o síndroma de “Não gostaria de ser membro de um clube que tivesse como membros aquele/aquela/eu”. Na Realidade divina de Deus todos são sempre bem-vindos; não há patrocinadores, nem recomendações, nem quotas, nem são necessários talentos especiais. Deixem-se ir e despertem! 

Com muitíssimo amor, Saul.

John Smallman 

URL: http://wp.me/pwoMa-lw 
Tradução/interpretação: Maria Alpinda 


Copyright © 2012-2013. Por Matéria Sublime e Sementes das Estrelas. Todos os direitos reservados. É dada permissão para copiar e distribuir este material contanto que o conteúdo seja transmitido integralmente e sem alteração, o autor seja creditado, seja distribuído gratuitamente, e esta nota de direitos e o link sejam incluídos. 
Enviar um comentário