31 maio 2012

Jesus / Para Leitora - 31.05.2012


Minha querida e amada irmã, será sempre bem vinda. 

É abençoada pelo amor do pai o grande criador do universo que conhece todas as leis na sua soberania majestosa.

Amorosamente venho pedir-te que aceites esse momento de expurgo com resignação e humildade. 

Este expurgo trará o alívio e a essência verdadeira do teu espírito. 

Esse sofrimento de que fala é como a lapidação do diamante que está em bruto, quando polido mais brilhará, ele é o teu verdadeiro ser, o teu espírito em regeneração.

Está a passar pelos últimos momentos de tuas provas e expiações neste planeta, por isso te peço amorosamente que não desistas. 

Transmute as baixas energias que te atormentam e impedem de fazeres a tua caminhada. 

Essa caminhada faz parte do seu contrato e propósito de vida, que é o seu Karma. Esta caminhada só você pode faze-la.

Quando reencarnou nesse corpo você sabia que tinha este polimento/ expurgo a fazer, ainda que não se lembre, ainda que o nosso pai amado tenha colocado o Véu do esquecimento, para que só seu subconsciente tomasse noção inconscientemente. 

Deus entendeu lançar um véu sobre o passado, e só há nisso vantagem. Com efeito, a lembrança traria gravíssimos inconvenientes. 

Poderia, em certos casos, humilhar-nos singularmente, ou então, exaltar-nos o orgulho e assim, entravar o nosso livre-arbítrio. 

Em todas as circunstâncias, acarretaria inevitável perturbação nas relações sociais. 

Frequentemente, o Espírito renasce no mesmo meio em que já viveu, em outras vidas, estabelecendo de novo relações com as mesmas pessoas, a fim de reparar o mal que lhes haja feito.

Se reconhecesse nelas as pessoas a quem odiara, quiçá o ódio se lhe despertaria outra vez no íntimo. De todo modo, ele se sentiria humilhado em presença daquelas a quem tivesse ofendido. 

Para nos melhorarmos, Deus deu-nos, precisamente, o que necessitamos e basta. A voz da consciência e as tendências instintivas, privam-nos do que nos seria prejudicial. 

Ao nascer, o homem traz consigo o que adquiriu, nasce qual se fez; em cada existência tem um novo ponto de partida.

Pouco lhe importa saber o que foi antes: se ele se vê punido, é porque praticou o mal. Suas atuais tendências más indicam o que lhe resta a corrigir em si próprio e é nisso que deve concentrar-se toda a sua atenção, porquanto, daquilo de que se haja corrigido completamente, nenhum traço mais conservará. As boas resoluções que tomou são a voz da consciência, advertindo-o do que é bem e do que é mal e dando-lhe forças para resistir às tentações. 

Aliás, o esquecimento ocorre apenas durante a vida corpórea. Voltando à vida espiritual, readquire o Espírito a lembrança do passado; nada mais há, portanto, do que uma interrupção temporária, semelhante à que se dá na vida terrestre durante o sono, á qual não obsta a que, no dia seguinte, nos recordemos do que tenhamos feito na véspera e nos dias precedentes. 

E não é somente após a morte que o Espírito recobra a lembrança dó passado. Pode dizer-se que jamais a perde, pois que, como a experiência o demonstra, mesmo encarnado, adormecido o corpo, ocasião em que goza de certa liberdade, o Espírito tem consciência de seus actos anteriores; sabe por que sofre e que sofre com justiça. 

A lembrança unicamente se apaga no curso da vida exterior, da vida de relação. Mas, na falta de uma recordação exata, que lhe poderia ser penosa e prejudicá-la nas suas relações sociais, forças novas o aurem nesses instantes de emancipação da alma, se os sabe aproveitar. 

Todo homem tem, sobre a Terra, uma pequena ou uma grande missão. Qualquer que ela seja, sempre lhe é dada para o bem. Desviá-la, pois do seu sentido, é fracassar no seu cumprimento. 

Minha querida irmã continue com suas orações, elas são como feixes de luz a sublimar cada passagem de sua vida passada, e dessa forma dia chegará que o resplendor de seu espírito se rejubilará em alegria e tranquilidade. 

Amorosamente envio meu abraço que mais é um escudo e amparo no seu quotidiano, na realização de sua regeneração. 

Eu Sou Jesus, seu irmão maior. 
Um Espírito de Verdade. 

 por Matéria Sublime
Auxilio da Coordenação Salusa de Sirius


Copyright © 2012-2013. Por Matéria Sublime. Todos os direitos reservados. É dada permissão para copiar e distribuir este material contanto que o conteúdo seja transmitido integralmente e sem alteração, o autor seja creditado, seja distribuído gratuitamente, e esta nota de direitos e o link sejam incluídos.


Enviar um comentário